Sociedade

STP inicia vacinação contra Covid-19 em 15 pontos fixos

A introdução da Vacina Covid-19 em São Tomé e Príncipe, é um acontecimento histórico marcado para começar as 9 horas locais. A primeira dose da vacina Astrazeneca será ministrada no posto fixo do hospital Central Ayres de Menezes.

A cidade de São Tomé, que alberga mais de metade da população do país, conta com 3 postos fixos de vacinação. Para além do hospital central Ayres de Menezes, o centro policlínico de Água Grande e o hospital das Forças Armadas, são pontos onde vão ser injectadas as primeiras vacinas contra a Covid-19 no país.

Segundo Solange Barros, coordenadora da campanha de vacinação outros 12 pontos fixos de vacinação,  estão abertos nos distritos da ilha de São Tomé e na Região Autónoma do Príncipe.

Os profissionais de saúde, os assistentes sociais, e os idosos, são os principais alvos da primeira fase de vacinação.

A médica que coordenadora d o processo de vacinação, alertou a população para a necessidade de reforço das medidas preventivas contra a doença. Segundo Solange Barros,  as medidas preventivas são mais importantes que as vacinas.

«Enquanto não se atingir a imunidade de grupo cerca de 80% da população a vacina por sí só não fará milagres», afirmou.

Abel Veiga

    2 comentários

2 comentários

  1. Adeliana Nascimento

    15 de Março de 2021 as 9:40

    Ok, tudo bem. Vocês querem abrir as escolas. Mas antes de tudo devem fazer o seguinte:

    1- Distribuir termómetros para todas as escolas e controlar todos os que entram nelas;
    2- Distribuir termómetros para todos os autocarros escolares para controlar os alunos;
    3- Exigir quer os professores, trabalhadores das escolas e os alunos, o uso de mascaras nas salas de aulas e nos autocarros;
    4- Disponibilizar nas escolas e nas entradas dos autocarros Álcool em Gel ou outras substancias de desinfeção das mãos;
    5- Garantir o distanciamento, quer nas salas de aulas, como no autocarros. Evitar que estejam lotados como tem sido âmbito.
    6- Se não for assim, estamos a brincar com coisa séria

  2. SEMPRE AMIGO

    15 de Março de 2021 as 10:15

    “Ainda não se sabe quem vai tomar as primeiras doses”?! Mais um assunto polêmico….Desnecessário!…Neste momento vem-me á mente o que o nosso ilustre professor Lucio Neto Amado escreveu no seu livro”A obstinação silenciosa da Pobreza”,eu cito:”Nenhuma nação consegue avançar e desenvolver-se seja a que nível for, tendo governantes que, enquanto assentam arraiais no poder,fafem de conta que pensam no país”,fim da citação.Não me parece que os actuais dirigentes de STP estão abrangidos por esta sábia reflexão do nosso esquecido professor.Daí que, perante o receio crescente da população de ser vacinada, por um lado, e a necessidade absoluta de imunização de um máximo possível de cidadãos,garantindo assim o sucesso da operação, por outro ,só nos resta, confiantes, esperar que A LUZ VENHA DO ALTO. O cenário da vacinação deverá, por conseguinte, ser ILUMINADO prioritáriamente pelos SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA,SENHOR PRESDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL SENHOR PRIMEIRO MINISTRO e o SENHOR MINISTRO DA SAÚDE .Esta operação que terá como objectivo acabar com os receios da população, por um lado e neutralizar eventuais ofensivas anti-vacinação. Assim sendo.A LUTA CONTINUA E A VACINAÇÃO SERÁ CERTA.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo