Eleições presidenciais

“A mensagem da minha candidatura foi sempre de paz…” – reacção de Carlos Vila Nova

Antes da Comissão Eleitoral Nacional divulgar os resultados provisórios das eleições presidenciais de 18 de Julho, Carlos Vila Nova, chamou a imprensa para contestar a demora na divulgação dos resultados provisórios.

«Há poucas horas de completarmos 24 horas após a realização do escrutínio, a Comissão Eleitoral Nacional ainda não divulgou os resultados preliminares. Isso faz com que a minha candidatura esteja preocupada, porque pelos dados que temos ganhei estas eleições com mais de 50% dos votos expressos…», afirmou.

Na sua sede de campanha eleitoral, o candidato apoiado pela ADI, alertou para o perigo que o silêncio prolongado da Comissão Eleitoral pode gerar na sociedade.

«O não pronunciamento da Comissão Eleitoral Nacional gera um conjunto de situações desagradáveis, e não queremos especulações a volta deste acto que é muito importante…», acrescentou.

Por isso, disse que insta a Comissão Eleitoral Nacional, a fornecer os dados eleitorais, que permitam a sua candidatura se posicionar com clareza e rigor.

O candidato, diz ser de paz, por isso admitiu a possibilidade de disputar a segunda volta das eleições.

«A mensagem da minha candidatura foi sempre de paz. Fazer da democracia uma festa, que no nosso entender culminaria ontem com o fecho das urnas. A verdade é que a festa pode vir a continuar… deixo este espaço em aberto, mas a verdade é que fizemos o que achamos mais correcto esclarecendo as pessoas sobre as funções do Presidente da República…», pontuou.

Carlos Vila Nova disse que a campanha para as eleições presidenciais tem sido uma escola para si. «Aprendi muito com este contacto directo e de interacção com as pessoas…». Aprendizagem e conselhos, que segundo o candidato, vão ser tidos em conta, quando vir a exercer as funções de Presidente da República.

Abel Veiga

    1 comentário

1 comentário

  1. José Manuel

    20 de Julho de 2021 as 8:22

    Força Vila Nova
    Tudo irá sair bem
    Vamos atirar para o lado este candidato que está a contribuir para desgraçar o nosso país. Ele é o mentor da introdução de droga no país, como cultura na agricultura. Ele é o defensor das anomalias que todas as empresas fazem contra os trabalhadores. Basta estando a ganhar a sua massa de advogado, ele caga na cabeça da população. Mando e contribuiu para desempregar 30 pais de familia em CKDO.
    Ele é um verdadeiro chefe de Ion Non no país.
    É um verdadeiro delapidador dos bens públicos como o jardim da cidade de S.Tomé vendido para uma empresa angolana em cerca de meio milhão de euros.
    Assim vai o nosso país.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo