Eleições presidenciais

Posser da Costa reconheceu derrota nas eleições e felicitou o Presidente Eleito

Numa declaração à imprensa e tendo os observadores internacionais como testemunhas, o candidato Guilherme Posser da Costa, reconheceu no dia 6 de Setembro a derrota eleitoral nas eleições presidenciais de 5 de Setembro.

«Apesar de algumas irregularidades os resultados provisórios divulgados pela Comissão Eleitoral Nacional apontam uma tendência de vitória do candidato Carlos Vila Nova», afirmou Guilherme Posser da Costa.

O candidato que foi apoiado pelo MLSTP no poder, e por demais partidos que formam a nova maioria, que governa o país diz que, só vai aceitar os resultados definitivos. No entanto já felicitou o candidato declarado como Vencedor pelos resultados provisórios da Comissão Eleitoral Nacional.

«Já lhe telefonei para o felicitar, fazendo parte da minha posição em respeitar os resultados definitivos, e caso confirmem a sua vitória desejar-lhe sucessos para o bem de São Tomé e Príncipe», pontuou Guilherme Posser da Costa.

De qualquer forma, o longo processo eleitoral que São Tomé e Príncipe viveu em 2021, até a realização da segunda volta das eleições presidenciais no dia 5 de Setembro, deu lições importantes, ao candidato derrotado.

«A campanha deu-nos importantes lições. Somos e continuamos a ser um povo pacífico que sabe superar na paz as suas diferenças e preservar os ganhos do regime democrático que instalamos no país desde 1990», sublinhou, Guilherme Posser da Costa.

Abel Veiga

 

    4 comentários

4 comentários

  1. Chicote bobo

    7 de Setembro de 2021 as 15:16

    Posser vai descansar em paz e leva Bana mon contigo.
    A vossa era já acabou. Vocês implantar am muita perseguição no país.

  2. Gregorio+Furtado+Amado

    7 de Setembro de 2021 as 15:40

    Mesmo com a dilatação do período eleitoral, mesmo com apoios de Pinto da Costa, Jorge Amado, MLSTP,PCD,UDD não foste eleito? Foram todos fracos. Pinto Costa não serviu pra nada porque ele não conseguiu eleger ele próprio vai conseguir eleger o outro? Quando assaltaram jardim espaço de domínio público onde esteve Pinto da Costa e outros antigos presidentes para agirem publicamente? A quando da publicação do relatório de Tribunal de Contas que denunciou sobrefaturacao de um milhao de dolares em relação a ponte sobre rio água grande onde estavam os antigos presidentes e os lideres partidarios santomenses? Na altura dessa publicacao posser não esteve na terra. Agora vai cuidar da sua advocacia e continuar a prejudicar o povo que gostavas de te eleger. Foi muita humilhação para todos que apoiaram essa candidatura. Pouco a pouco estão a desvalorizar os costas e irá desvalorizar essa elite daninha santomense que pensa ser dona de tudo isso. Um favor especial ao Senhor Presidente eleito é não deixar ser levado. Essa gente é muito forte com as mentiras embora pouco a pouco o povo descobre quem são eles. O novo Presidente deve velar pela liberdade de expressão na nossa terra. Televisão, Rádio Nacional deve informar com verdade e não escamotear a verdade. JBJ pediu publicamente à Boucas para pineirar as informações de modo a alavancar esse país. Eu pergunto, será que pineirando informações é que o país desenvolve? Um cantor não deve ser perseguido e preso por compor uma música. Mais uma vez peço ao Senhor Presidente liberdade. O seu partido também cometeu esse erro no passado e atual governo agudizou a situação. Liberdade que conseguimos com muita luta não deve estar incultada por esse ditador disfarçado e mentiroso de JBJ. Agora o povo espera sua atitude para mobilizar todas as energias para a retumbante Vitória do partido ADI que já está desenhada. Um bem haja a todos

  3. Fuba cu bixo

    7 de Setembro de 2021 as 16:58

    Também não tinha outro jeito a derrota foi claro como agua, agora aguenta vocês camaradas pensão que S.tomé e Príncipe é vossa quinta que vocês mentem na campanha eleitoral depois chegão governo é só roubar e comprar casas na Europa isto isso acabou rua.
    Jorge bom Jesus faz sai.

  4. Gentino Plama

    7 de Setembro de 2021 as 18:47

    Ter-se-á dito, que nem todos os que regressaram ao País dando a conhecer de que terá feito o curso do Direito, estão escritos na Ordem dos ADVOGADOS de São-Tomé e Príncipe pois, muitos se encontram exercendo as suas funções na Assembleia, razão pela qual, não foram escritos na Ordem. Entende-se que, para se escrever na Ordem, nesse caso, a dos ADVOGADOS, o interessado teria que fazer a prova da conclusão do curso, apresentando todos os elementos necessário para a sua acreditação. Esses requisitos não poderão seu apresentado em parte, e as autoridades deveriam zelar no sentido de certificar a veracidade dos documentos apresentados pelos candidatos. Quero dizer que sinto triste ao ler nome como «Ricardino Costa Alegre, e por cima, “ Doutor” ter-se concorrido ao cargo do Presidente de Tribunal de Contas.
    Há que levar asserio as coisas; caso desse não poderá ter lugar no País. A pessoa em causa tem a consciência plena de que não concluiu a formação logo, não poderá ser titulado de Drº (fulano) ou Doutor. Esse é claramente um ato de fraude. Como esse, existem muitos outros casos que merecem ser referenciados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo