Sociedade

Tartarugas em perigo

A ONG MARAPA, registou neste ano a captura de 267 tartarugas em 3 praias do país. Sem uma legislação que proíbe a captura e consumo da carne de tartaruga, a sobrevivência desta espécie animal pode ficar ameaçada. Os caçadores destroem os ninhos e levam também os ovos.

Hipólito Lima, colaborador da MARAPA na zona da Praia de Moro Peixe, confirma que a captura de tartarugas naquela praia continua e tende a aumentar. «Neste ano foram capturadas 46 tartarugas. Registamos 9850 ovos e 6676 filhotes libertados para o mar», explicou o colaborador da MARAPA.

A ONG conseguiu preservar 38 tartarugas que deram a costa da Praia de Moro Peixe. Foram marcadas e novamente lançadas ao mar.

Segundo o colaborador da MARAPA, a população local não está sensibilizada, sobre a necessidade de se proteger esta espécie. «A mentalidade não muda de um momento para outro», frisou.

Por causa da desova das tartarugas, a praia de Moro Peixe, tem sido palco de visitas de turistas. A ameaça sobre a espécie pode comprometer tudo. Hipólito Lima indicou turistas de nacionalidades chinesa, francesa, e portuguesa, como sendo os principais observadores da desova das tartarugas na zona. «Pagam uma espécie de doação, no valor de 5 euros por casa pessoa que vem ver a desova. Esse dinheiro ajuda a pagar os guardas que fiscalizam o processo da desova», sublinhou.

Bastian, um dos responsáveis da MARAPA, considera que a situação de captura das tartarugas é preocupante. «Nossa maior preocupação, é a caça das tartarugas por parte da população, em particular na zona norte da ilha de São Tomé.  Consideramos que em cada 4 tartarugas que chegam a praia, 3 são capturadas», reclamou.

Nas 3 praias monitorizadas pela MARAPA, a caça às tartarugas que dão a costa para desovar atingiu centenas de animais. « Tivemos registo de 267 capturas de tartarugas nas 3 praias monitorizadas pela Marapa e só conseguimos proteger 111 tartarugas», precisou Bastian.

Os colaboradores da MARAPA, são atacados por populares, quando tentam impedir o abate das tartarugas. «Em algumas praias os populares impedem os nossos guardas de fazer o trabalho de seguimento das tartarugas. Na praia Messias Alves há caçadores que utilizam armas de fogo para neutralizar as tartarugas. Principalmente as tartarugas ambulâncias que são enormes», denunciou.

São Tomé e Príncipe ainda não tem uma legislação que impede a caça das tartarugas.

Abel Veiga

    9 comentários

9 comentários

  1. machado

    29 de Julho de 2013 as 21:17

    Quando é que vamos ter uma lei para por fim ao massacre antes de mais sensiblisar os populares.

  2. Josias Umbelina dos Prazeres

    30 de Julho de 2013 as 8:10

    Mas, no entanto, é necessário salientar que no caso da Região Autónoma do Príncipe esse fenómeno tende a diminuir graças as iniciativas do Governo Regional que junto à Assembleia Legislativa Regional fez aprovar um Decreto Regional que proibe a captura e comercialização das tartarugas na Iha.
    Acho que realmente dever-se-ia fazer o mesmo à nível nacional!

  3. Anjo do Céu

    30 de Julho de 2013 as 9:32

    Luta contra pobreza. Criar postos de empregos para ´garantir meios de subsistência a população com maior dificulidades em sobreviver.Governo tem k mentalizar responsaveis das instituições pra deixarem de comprar carros e gipes de luxo que vale um dinheirão e preocupar com os pobrese deixar de puxar as brasas para as vossas sardinhas que estão a viver de bom e melhor e ainda andam a rir-se do povo

  4. loqueto iambongo

    30 de Julho de 2013 as 10:18

    sim,….concordo. Mas o que escreveste não justifica tamanha maldade com os anumais e aquilo que eles representam para a nossa ilha.
    Vamos todos proteger o de bom que temos.
    e ter tartarugas a desovar nas nossas praias é por si só um grande privilégio.
    Comam búzios e outras coisas mais.
    Por favor,…deixem as tartarugas em paz.

  5. Negro de STP

    30 de Julho de 2013 as 13:25

    Em um pais onde a maioria da população não vive mais sim luta pela sobrivivencia porque têm carência de tudo.
    A carne de tartaruga da para cozinhar um bom guizado.
    Estavam a espera de quê?

  6. comem tartaruga muito bem

    30 de Julho de 2013 as 13:35

    comem muito bem, se tiverem fome comam,é Deus que pôs na terra

  7. kwatela

    30 de Julho de 2013 as 16:21

    aonde estão os nossos legisladores?
    a este ritmo os meus filhos e netos não terão oportunidade de ver in locu esta especie. façam algo por favor

  8. Toni

    31 de Julho de 2013 as 20:28

    Mais um atentado á natureza e ecossistema de STP, ainda há pouco falavam da empresa de óleo de palma, mas no dia a dia os atropelos ao ambiente e ao ecossistema sao constantes em STP, e agora pelos naturais do Pais. Eles nao tem culpa porque a formação nao existe, e de facto como podemos pensar nos direitos dos animais se se vive num estado de pobreza do Povo em geral.
    As tartarugas sao umsimbolo de turismo que se pode explorar, mas os Srs Governantes e Políticos que querem muitos Turistas em Stp , desculpem a ultima ironia, que tratem de criar juntos das populações a devida informação sobre o que representam a riqueza deste Pais ter Tartarugas.
    Enfim, fui

  9. Lorena

    22 de Novembro de 2018 as 17:32

    Eu sou realmente desfrutando o tema/design do seu blog.
    Você já executa em qualquer navegador internet compatibilidade problemas ?
    A punhado de meu blog visitantes queixaram-se sobre meu local não trabalhando corretamente em Explorer mas olha grande em Cromado .

    Tem algum conselhos para ajudar a corrigir isso questão ?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo