Opinião

Para que a Nação Santomense saiba… sobre a AGER

Mediante às acusações da actual Administração da AGER e do Senhor Ministro Osvaldo Abreu na comunicação social sobre a anterior Adminnistração da AGER de que eu fazia parte, decidi exteriorizar o que me vai na alma e descrever uns factos ocorridos na AGER durante a minha permanência lá, para que o povo Santomense saiba. Vou descrever os factos como um tecnocrata e não como um politico, pois até hoje, eu não tive e nem tenho qualquer filiação politico partidária. Eu sou por São Tomé e Príncipe.

Assim, os pontos a serem apresentados são os seguintes:

  • O edifício comprado pela AGER
  • Factos
  • Conclusão

O edifício comprador pela AGER

O edifício comprado pela AGER custou 2 milhões e 150 mil dólares Americanos.

Quando eu entrei para a AGER, encontrei lá um projecto de construção de um edifício para a sede da AGER, no valor de 1 milhão e 500 mil euros, se a memória não me falha. Acrescia a este valor, os montantes já pagos pela AGER pelo projecto de arquitectura, indeminização aos antigos moradores do terreno e montantes pagos à empresa que tinha feito os trabalhos preliminares no terreno. Esse terreno está ao lado da sede do BISTP em São Tomé.

O edifício que acabou por ser comprador pela AGER, tem uma dimensão superior ao que se pretendia construir e a sua localização é muito melhor. O seu contrato de compra e venda foi devidamente homologado pelo Tribunal de Contas.

A minha Administração tinha criado uma Comissão interna para o processo de transição para o novo edifício onde se projectava uma configuração moderna com “Open Space” com a excepção dos gabinetes dos Administradores. Esta Comissão em que uma das actuais Administradoras fazia parte, fez um excelente trabalho que foi submetido ao Conselho de Administração. Estava em preparação e em marcha o processo de mudança para o novo edifício.

Fizemos um levantamento do imobiliário existente na AGER que seria transferido para o novo edifício, assim como os novos a serem comprados, os geradores, etc. Todos estes valores estavam projectados no Orçamento da AGER para 2019 em preparação na altura.

Admira-me como a nova Administração e o Sr. Ministro Osvaldo Abreu vêm dizer agora que o edifício não serve. A nova Administração e o Sr, Ministro Osvaldo Abreu ocultaram uma informação, extramente importante, em que o edifício foi comprado com base na estimativa de receitas substanciais provenientes da implementação do “Gateway” que já estava em marcha e também na perspectiva dos novos desafios que a AGER tinha pela frente e pelo facto da AGER até hoje pagar de renda 1500 euros por mês, onde está instalada.

Porquê que o Sr. Ministro Osvaldo Abreu e a nova Administração não explicam ao povo Santomense o contexto do projecto de “Gateway”? Então vou explicar:

  • O prefixo telefónico 239 é um recurso do Estado Santomense. O Estado Santomense cedeu este recurso às operadoras de telefone em São Tomé e Príncipe para as chamadas internacionais mas ele é utilizado de forma fradulenta para o negócio das “Sex line”, os tais serviços de valor acrescentado. Não se consegue telefonar de muitos países estrangeiros para São Tomé e Príncipe por causa deste negócio, em que o próprio Estado Santomense esteve envolvido. Muitos no nosso país recebiam dinheiro deste negócio, até o nosso Tesouro Público. O ultimo valor a entrar para o Tesouro Público foi em 2015, montante referente a 2012. O XVI governo tentou mudar esta situação, embora ainda estivéssemos na escolha da forma mais eficiente do o alcançar. A AGER foi incumbida de criar um sistema de “Gateway” com a assistência técnica de uma empresa suíça, cujo representante o Sr.Ministro Osvaldo Abreu recebeu ainda há dias em São Tomé. O processo de implementação do “Gateway” estava numa fase inicial mas encontramos barreiras cerradas das operadoras, embora de uma forma transparente, não tinham nada a perder em termos de receitas. A nossa estimativa era que o “Gateway” geraria cerca de 40 mil euros por mês para AGER, depois de deduzida uma percentagem para ser depositada no Tesouro Público, a ser definida num pacote legislativo, pois o recurso 239 é um recurso do Estado Santomense. Por outro lado, o Estado Santomense deixaria de ser considerado um Estado pirata a nível internacional no mundo das telecomunicações internacionais.
  • Como é que se compreende que, sendo a AGER um braço técnico do Sr.Ministro Osvaldo Abreu, este nunca recebeu a minha Administração mas a primeira coisa que ele fez foi receber as operadoras? O Sr. Ministro Osvaldo Abreu apenas chamou a minha Administração umas horas antes de dar posse à nova Administração em quem ele disse ter confiança política. Se ele tivesse um mínimo de educação, pelo menos um mínimo de educação caseira, ele teria compreendido que tal procedimento é nojento. O Sr. Ministro Osvaldo Abreu esqueceu-se que a Administração anterior à minha, já tinha assinado um contrato com uma empresa estrangeira em moldes diferentes mesmo antes dos postulados do Decreto 20/2017 para a impelmentação do “Gateway” que na minha opinião teria menores benefícios para a AGER e para o Tesouro Público.

Factos

A nova Administração da AGER e o Sr.Ministro Osvaldo Abreu chamaram-me de incompetente. Eu, por uma questão de princípios e ética profissonal, não gosto de falar mal da Administração anterior porque reconheço que nem tudo estava mal e nenhum de nós é perfeito. Mas como chamaram-me de incompetente, descrevo alguns factos:

  • Eu trabalhei na Bolsa de Valores na sétima maior praça financeira do mundo, Toronto-Canadá, onde eu desenvolvi sistemas de negociação em Bolsa como pioneiros.
  • Eu fui o primeiro piloto de aviões-caça na História de São Tomé e Príncipe. Nos meus últimos anos no Liceu em São Tomé, fui um dos melhores alunos do Liceu. Na Líbia onde me formei como piloto de aviões-caça, eu fui o melhor aluno. Eu, no Insituto Nacional de Estatística de Portugal, fui responsável pelo cálculo de uma das components do PIB português.
  • Quando eu cheguei na AGER, esta nem sequer tinha um PBX. O Sr. Ministro pode passar por lá para confirmar, pois a minha Administração já o fez. Dotamos a AGER de um novo edifício quando esta ainda está a pagar 1500 euros de renda. Iniciamos o processo de estabilização dos contratos individuais de trabalho de todos os trabalhadores, um processo ainda em curso, com o apoio da Inspecção Geral do Trabalho. Havia e ainda há trabalhadores na AGER que nunca tiveram um contrato de trabalho. Todo este processo estava a ser resolvido com o novo Regulamento Interno submetido ao Minstro da Tutela.
  • Somos tão incompetentes que acabamos com uma vergonha nacional, isto é, bastava que um Administrador trabalhasse na AGER apenas um dia para que ele tivesse direito ao pagamento do ordenado de 2000 euros ou 2500 euros por mês durante 2 anos, quando ele saisse da AGER, mesmo estando em casa a fazer nenhum. Porquê que o Sr. Ministro não pergunta quem fez esse Regulamento Interno com esta vergonha nacional? A minha Administração fez um novo Regulamento Interno e submeteu-o à tutela onde se elimina esta vergonha nacional.
  • Somos tão incompetentes que o XVI governo deu instruções à AGER para trabalhar no projecto de instalação de uma estação espacial Indiana no nosso país. Consistia num dos melhores investimentos directos estrangeiros em São Tomé e Príncipe, num valor superior a 50 milhões de euros e entrada de know-how sobre a indústria espacial no nosso país, onde os nossos engenheiros e outros técnicos podiam ser formados. Eu participei directamente com os cientistas indianos que estiveram no nosso país e a minha Administração e os outros técnicos da AGER trabalharam neste processo, tendo sido assinado um Acordo entre o nosso país e a Índia. A execução do projecto era para ser iniciada em 2019.
  • Por causa do erro da Administração anterior, a AGER pagou indevidamente o IRC no valor de 1,5 mil milhões de dobras. A minha Administração trabalhou para que esse valor não atingisse 3 mil milhões de dobras. Dada a natureza da AGER e das suas funções como entidade pública reguladora e prestadora de serviços não-mercantis, a minha Administração conseguiu que a Direcção dos Impostos a considerasse como uma entidade não passiva do IRC, como acontece noutras partes do mundo. A AGER entrega 20% da taxa radioeléctrica ao Tesouro Público, paga escrupulosamente a Segurança Social, entrega o IRS dos trabalhadores e previa contribuir substancialmente para o Tesouro Público com a impelmentação do “Gateway”.
  • Sob o meu pelouro, a AGER pela primeira vez publicou o Anuário Estatístico das Telecomunicações em São Tomé e Príncipe, anualmente apresentava o Plano de Actividades e introduziu uma nova metodologia na elaboração do Orçamento Anual. Antes da minha chegada, no Orçamento Anual da AGER o total das despesas era muito superior ao total das receitas, e este erro passou pelo anterior Conselho de Administração da AGER, passou no Ministério da Tutela e até na Assembleia Nacional.
  • Eu desafio a nova Administração e o Sr.Minsitro Osvaldo Abreu a mostrarem e provarem ao povo Santomense que a AGER estava a pagar 200 mil dólares por mês em juros do empréstimo bancário para a aquisição do edifício assim como os 300 mil dólares por mês conforme consta da notícia publicada pelo jornal digital Telanon. Eu exijo um pedido público de desculpas por esta calúnia.

Conclusão

Quero agradecer aos excelentes colaboradores que tive na AGER, especialmente o Dr.Airdson Viana e o Dr.Irben Silva, pessoas com uma capacidade crítica e analítica invejáveis e os excelentes e dedicados colaboradores tais como a D.Patrocínia, Sr, Celestino, D.Valódia Tiny, Sr.Belchior, Sr.Abílio Pires dos Santos e os outros. Não posso deixar de mencionar a excelente colaboração que tive do Eng. Frota e do Eng.Artur, especialmente nos momentos de decisões difíceis que tomamos em conjunto na AGER. À Dra.Adelaide, embora esteja nesta Administração, extendo também o meu apreço pela sua colaboração e empenho na minha equipa.

Finalmente, para que o povo Santomense também saiba, eu trabalhei muitos anos no estrangeiro onde acumulei alguma poupança e fiz uns investimentos. Agora no meu regresso de novo ao país, após a minha reforma, que não venham dizer que os bens adquiridos por mim foram da AGER. São valores alcançados com muito suor e lágrimas com o meu esforço, com o meu trabalho e da minha família que tanto se sacrificou por mim enquanto eu dava a minha contribuição no nosso São Tomé e Príncipe.

Toronto, 17 de Abril de 2019

Silvino Palmer

    25 comentários

25 comentários

  1. Vanplega

    17 de Abril de 2019 as 11:40

    Ser honesto neste pais é uma vergonha

    Perguntem lá, se alguns assessores( do 1Ministro) velhos, que já pelo governo deste país, se são honestos?

  2. adalberto silva

    17 de Abril de 2019 as 11:47

    Palhaçada,
    Está com medo de quê?
    Vai dar estas explicações à Justiça ou à PJ.
    E veio ao público ser porta-voz do FROTA ou quê?
    Quem não deve não teme.
    Vocês, Patrice Trovoada,negociando com Indianos! Vocês faziam tudo fora da vossa conscienciosa apenas para satisfazer os desejos daquele (…) o Pinta-Cabra Patrice Trovoada.Sabe porquê Patrice Trovoada tinha no seu gabinete um assessor privado Indiano?
    Patrice Trovoada não dá ponto sem nó nem nó sem ponto.
    E ele fugiu.Não fez PASSAGEM DE PASTA ao actual governo porquê?
    E agora?

  3. EX

    17 de Abril de 2019 as 12:30

    Falou e disse, aluem que venha dizer o contrario, esse pelo visto fez a sua parte e pela explanação fez bem. e um activo a ter em conta sem esse clima de partidarismo, o homem deve ter muito conhecimento, para transmitir a juventude.

    • SEABRA

      18 de Abril de 2019 as 11:03

      Adalberto Silva, està tudo dito…pelo menos desmascarou aqueles que querem ver STP e o seu povo na MISERIA…nao hà sentimento de PATRIOSTISMO, em certos individuos…é TRISTE!
      Serà que nao havia um saotomense competente para ser Assessor nao do corrupto Patrice Trovoada, mas sim do primeiro ministro de STP (que ele ocupou durante anos, tendo podido assim prejudicar STP com os seus odios, rancores e ROUBO…).
      Todos que vêm pôr um dedo negativo, sao os BANDIDOS que srvem ainda o DITADOR LARAPIO.
      Homem que diz ser homem, sobretudo que pretende a uma carreira politica e a altos cargos na Repùblica de STP, se nao tem carisma, se nao é corajoso, se nao tem competência, se nao é HONESTO….(como é o caso do Patrice Trovoada), a quê que ele pode basear-se para dizer que é um HOMEM integro e respeitàvel,tendo ele (Patrice Trovoada), fugido com as calças nas maos e 40 malas do FURTO dos cofres do Estado?
      Vamos acabra por lhe CAPTURAR, julgar e meter na CADEIA. C’était écrit dans votre DESTIN ” PRISON”.

    • Angel Alison

      19 de Abril de 2019 as 16:56

      Dranda Dr. Silvino. Quando vai nos brindar com a publicação da carta que o Conselho de Administração de AGER diz ter-lhe enviado em privado.

      Diz-no é verdade?

      O Dr. recebeu a carta? Ainda não a publicou porquê?

      está ainda a analisa-la com a sua confraria de aprendizes feoticeiros, chupa sangue de todos os santomenses. Ladrão desgraçados.

  4. Ivanov

    17 de Abril de 2019 as 12:56

    Caça as bruxas 2019;
    Grande humildade em fazer mensão a senhora da actual direcção !

  5. Ester Narciso

    17 de Abril de 2019 as 13:32

    O objetivo é sempre denegrir os competentes. Desejo-lhe tudo de bom e que não deixe que essas formigas famintas derrubem a sua casa com barros trazidos das lixeiras.
    Um bem haja

  6. jordão fernandes

    17 de Abril de 2019 as 14:30

    Caríssimo Senhor Silvino
    As vezes temos que perder o nosso tempo a dar respostas aos Bôbos santomenses, pois o que passa no nosso país, é que gostam de deitar lama a todos.
    Os bons filhos deste país têm sacrificado e dentro das suas possibilidades tês dado todo de si para ajudar o país a trilhar o caminho do desenvolvimento. Mas infelizmente, nós os santomenses somos assim. Quando sujamos os outros é que ficamos satisfeitos. Eu conheço a sua seriedade e conheço o seu profissionalismo, assim como o profissionalismo de um grande número de quadros do nosso país que lutam todos os dias para darem a sua contribuição para o país, mas que por politiquice, estes mesmos quadros são maltratados, sujados na lama, apenas com o objetivo de justificarem a colocação de um ou uma camarada incompetente no lugar.
    Agora o governo criou um grupo de chulos que não trabalham, cuja missão é passar 24 horas na internet a insultarem os outros ou a criarem noticias falsas. De certeza absoluta qua alguns dos mesmos irão insultar o senhor por ter feito estes esclarecimentos. Esta equipa criada pelo governo e formada por um grande número de chulos e vândalos, têm salários chorudos pagos pelas empresas públicas, tendo como a cabeça do financiamento a ENASA, EMAE e ENAPORT. Conheço bem alguns membros da equipa, cuja missão é estar na internet para responder a qualquer critica e produzir noticias falsas contra toda a administração anterior.
    Se pensam que é assim que vamos desenvolver, então podem seguir a frente. A ver vamos.
    Bem haja STP
    .

  7. Suite

    17 de Abril de 2019 as 15:19

    O SR é um krack na materia, muito krack mesmo. É assim tão krack que tem que saber alguma coisa na materia de sobre-valoração de edificios para meterse dinheiro nos bolsos. Não é consciente da brincadeira e de como deixaram o país, krack como vc é?

  8. Mixa

    17 de Abril de 2019 as 15:26

    Fogo?????

  9. Presente

    17 de Abril de 2019 as 17:15

    Este governo com esta intenção tão rasca, mediocre e de perseguição aos mais capacitados do nosso país está a desiludir-me. Sinceramente que eu não esperava isso. Se foi para isso que vocês foram para poder não contem comigo mais. Estou fora. Só estão a promover incompetentes e perseguir os bons quadros. Não foi para isso que lutei para correr com o ADI. Tenham paciência.

  10. Bairro alto

    17 de Abril de 2019 as 17:23

    Quem é que facilitou o Sr um tacho em Toronto?

    • Povo Põe e Povo Tira

      17 de Abril de 2019 as 20:49

      O senhor se não sabe devia saber que nestes países não há tacho. Há competência. Isto não é S.Tomé. Tenha dó. Cresça e apareça.

      • Suite

        18 de Abril de 2019 as 7:19

        Em quassi todos os países, cuando o Administrador de uma empressa publica abandona seu cargo, aquellos aos que faculitou negocios lhe recolocam na empressa privada ou filial associada. Nao sejamos ingenuos. E para ja: o assunto é o edificio adquirido por AGER e o Sr.nao explica nada deste assumto mas nos conta sus vida.

  11. Vava

    17 de Abril de 2019 as 18:52

    E muita brincadeira com dinheiro do estado

  12. Suite

    17 de Abril de 2019 as 23:16

    Mas nao explica bem as coisas: ele acredita que é normal o valor que se pagou pelo edificio? Ele nao sabia que nao era un edificio adaptavel sem voltar a gastar muito dinheiro na sua recualificacao? Este é o problema e nao suas capacidades, qualificacoes … O problema e que p Gpverno andou a fazer grandes compras duvidosas de varios edificios e outras coisas.

  13. Jose Mata

    18 de Abril de 2019 as 6:48

    Meus Caros,

    2.150.000 euros são 119 anos de renda pagas, esse negocio é desproporcional. Quem dá a AGER o direito de se apropriar de 40.000 euros do suposto negócio de “Gateway”, quando a maior parte do País está com as estradas esburacadas.

  14. mario mendes

    18 de Abril de 2019 as 7:00

    Realmente este governo só serve para denegrir os bons quadros.
    Recordo me muito bem desse negócio de sex line em que foi o governo de Mlstp que o propôs…tentam investigar para verem qual o governo que atribuiu esse nogócio de sex line e qual o ministro da altura que esteve por detrás disso….as pessoas não conseguem ligar para o País por causa desses bandidos… e quando se tentar ligar são as linhas de pornografia que são activadas…

  15. Gente Boa

    18 de Abril de 2019 as 9:28

    Caro amigo Silvino Palmer
    Trabalhamos juntos e reconheço a sua competência, deixe que o futuro lhe absorverá.

    António Tebús

  16. Tristeza

    18 de Abril de 2019 as 9:33

    É o que eu digo…….quadros qualificados e bons nao sao devidamente aproveitados em Sao Tome. Leram bem o percurso profissional do Palmer???? Como é que esse Senhor hoje nao esta a ser aproveitado, para chefiar ENASA, EMAE, Enaport ou mesmo dirigir um dos Ministerios mais tecnicos ligado a sua area de formacao? País precisa de quadros com experiencia e honestos.
    Para os lugares de chefia em Sao tome dao preferencia aos militantes dos partidos politicos, sobrinhos primos ou amigos enquanto que quem tem reamente experiencia, muitas vezes ao nivel internacional, acaba por ficar relegado para o segundo plano.
    Temos hoje o Palmer,ontem foi a jornalista Conceicao Deus Lima ( grande jornalista da CNN), o ex director do Hospital Central( chegou e marcou), ex Director dos Servicos do Notariado ( chegou e marcou) e muitos mais que nao me vem agora a memoria que completamente banidos e ignorados. Isso nao se faz, assim jamais chegaremos la…… jamais.

    Obs: Eu nao sou de droga de partido nenhum.

    Mais nao digo……. a saga continua

  17. modesto

    18 de Abril de 2019 as 10:58

    Este senhor parece revelar muita competência e acho que deve ser aproveitado pela actual administração.

    O que não entendí muito bem, é o facto de se comprar um edifício no montante de 2.150.000 USD (ou Euros), quando pelo que se explicou, a AGER já tinha em vista a contrução de um novo edifício que custaria apenas 1.500.000 USD (ou Euros), onde o espaço era mais vantajoso.

    Após acrescentar-se ao valor de 1.500.000 USD (ou Euros), os custos do projecto de arquitectura, indeminização aos antigos moradores do terreno e montantes pagos à empresa que tinha feito os trabalhos preliminares no terreno; Qual seria o custo final da opção de construir do novo edifício?

    Estes dados permitiriam-nos fazer uma comparação ou análise mais ilustrativa e só assim poder-se-ia deduzir se eventualmente há indícios de corrupção ou não. E mesmo havendo indícios, só poderíamos apelar para que as instituições competentes fizessem o seu papel de investigar e averiguar.

    Queridos irmãos Santomenses, esta é a minha contribuição.

    Por Favor, amemo-nos mais uns aos outros, rejeitando tudo quanto apela mais ódio ou mal-estar.

    Bem haja a todos!

  18. Falta de Humildade

    18 de Abril de 2019 as 10:58

    Este ministro Osvaldo Abreu diante do senhor Silvino é uma nulidade. Devia ao menos ser humilde e bem educado. Já deve estar convencido que será ministro para a vida toda. Coitadinho… As pessoas incapazes quando sobem um bocadinho na vida tem este tipo de comportamento.

  19. F.R.J

    18 de Abril de 2019 as 12:06

    Porquê denigrirem as pessoas, sujarem o bom nome daqueles que realmente são profissionais.

    Deste jeito, O MLSTP não vai muito longe.

  20. Martelo da Justiça

    18 de Abril de 2019 as 15:44

    Tanto blá blá blá para não explicar o essencial:

    – Como um edifício desse pode custar 2 milhões e 150 mil dólares?
    – Como foi feito o processo de avaliação da proposta?
    – Qual foi a entidade máxima que validou esse valor?
    – Porque razão que não é o ex-responsável máximo da AGER a vir dar essas explicações?

    Fico com a impressão que esse senhor andou a omitir informações relevantes.

    Caberá as Autoridades competentes a investigar exaustivamente esse caso esquisito.

    Embora não seja especialista na matéria, volto a repetir que 2 milhões e 150 mil dólares é um valor muito elevado para esse edifício.

  21. Renato Cardodo

    19 de Abril de 2019 as 10:40

    Os fins usados não justificam os meios usados.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo